Codigo Livre Podcast 72 Reviewed by Momizat on . No ar a edicao 72 do Codigo Livre Cast. Nesta edicao a participação especial de: - Bia Kunze (Garota Sem Fio) - China e JT do Vidanerd.com Shownotes  (resumo): No ar a edicao 72 do Codigo Livre Cast. Nesta edicao a participação especial de: - Bia Kunze (Garota Sem Fio) - China e JT do Vidanerd.com Shownotes  (resumo): Rating:
Você está aqui:Home » Podcast » Codigo Livre Podcast 72

Codigo Livre Podcast 72


No ar a edicao 72 do Codigo Livre Cast.

Nesta edicao a participação especial de:

– Bia Kunze (Garota Sem Fio)
– China e JT do Vidanerd.com

Shownotes  (resumo):

– Abertura (Nova)
–  Oi convidados
– Alo pro pessoal do UStream.tv
– Porque sumimos no fim de 2008  e nada de retrospectiva.
– Leitura dos comentarios
– Temas abordados pelos comentaristas:

ADSL: Dura realidade no Brasil, no Ceara somente 8 municipios com banda larga.

WiMax: Falta de vontade no Brasil de implementar.

Como fazer um podcast (Codigo Livre): Espaco fisico, rede sem-fio, microfones, mesa de som digital, 2 ou mais monitores, iMac para gravar o audio e transmitir para o UStream. Software: WireTap Pro para gravar o audio ou Audacity. Vinhetas contratadas em estudio e novas vinhetas do Estudio Mellancia, alem de vinhetas proprias.

PodDicas:
@jrgandara HotSpotShield.com
Livro: A Cabeça de Steve Jobs
Software para radio/podcast: Rivendell
White Noise: Aplicacao para iTouch/iPhone de sons ambientes
Fans da Bia em acao, e dona Adriana Saito coloca a cabeca da Bia a premio!
Podcast Codigo Livre batendo recordes, agora o maior podcast do Brasil e das Americas.
Campanha Xo Claro no ar! #xoclaro
Depoimentos sobre as operadoras de telefonia no Brasil: Claro, Vivo, TIM, BRT, GVTe  CTBC.
Recomendamos: Loja da Vivo no Shopping Barigui

Desafio: 24 horas de podcast! Big Pod Brasil.
Misterios: Deadline em março 2009.
Pesquisa rapida no UStream: Voce desliga seu computador ou deixa ligado 24h?
O ruido da cidade nos torna dependentes de algum ruido?

Quem forma a sociedade somos nós.
Na antiga Roma a democracia se praticava sorteando os consules entre o povo.

JT apronta no show e cria um brake musical forcado.
Backing Time: ZZ Top – Gimme all your loving
Música Bonus: Uncle Kracker – Drift Away

Continua a polemica do RFID: Privacidade x Segurança.
Saiba dos avisos de novos shows atraves do Twitter, inclua @macari, @adrianatamy e @garotasemfio no seu Twitter.
Combustiveis e geração de energia eletrica:
Realidades distintas entre a producao de Ethanol no Brasil e nos EUA.
Gerador eletro-magnetico dos australianos, adeus conta absurda e ataques ao meio-ambiente.

Promocao Brasil Hosting no ar! Utilize o codigo especial e hospede seu site por 30 dias grátis.

Atendendo a pedidos: Review PodCon+ (FMDS)
Premio Podcast Brasil: Pontos altos e baixos.

Vaaaarias noticias e links.

Ouvinte ao Vivo: Alexandre Sena
Ouvinte ao Vivo: Rafael Portillo
Ouvinte ao Vivo: Sergio Vieira
Ouvinte ao Vivo: Rachel Barbosa

Assista o video do UStream

Podcaster Brasileiro, Consultor em TI, Empreendedor e Livre Pensador.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ Flickr YouTube Vimeo 

  • Pingback: Codigo Livre Podcast 72 : google()

  • E lá vamos nós rumo ao especial 24 horas do código livre, com participação especial de Jack Bauer… :P

    Parabéns por mais este excelente show!

  • Alberto Akira

    Olá pessoal.
    Feliz 2009!

    Mais uma vez perdi a exibição ao vivo. E foram mais de 4 horas de bate papo, que pena que perdi isso!
    Então vamos ao programa on-demand.
    Ficarei mais esperto nos avisos do Macari via twitter, principalmente aos domingos.

    Abraços livres a todos.
    Alberto Akira.

  • Sergio Camargo

    Olá Código Livre! Vcs se superaram dessa vez, héin? Bateram o recorde: 4 horas e 33 minutos!

    Obrigado pela leitura do meu comentário. Na verdade, sou aqui do Rio de Janeiro, usuário de Mac e ouvinte assíduo dos podcasts Código Livre, Garota Sem Fio, Vladimir Campos, PapoTech, IDG Now e Rodrigo Merino podcast. Vou dar uma conferida agora no VidaNerd, que eu não conheço e tomei conhecimento neste episódio.

    Mais uma vez agradeço ao excelente entretenimento e informação que vcs todos proporcionam.

    Gostaria de perguntar ao Macari como o Podcast Código Livre começou, como ele tomou conhecimento dessa nova mídia que é o podcast e o que o motiva a levar adiante essa “missão” de mensalmente gravar um podcast.

    Abraços a todos!

  • Eduardo “Mr. Crazy”

    Olá, Macari, Adriana e Bia! Tudo bem com vocês?
    Parabéns pelo podcast. Escuto vocês e quase todos os outros podcasters brasileiros desde 2005. O Rafael Portílio falou que escuta 35 horas de podcasts semanais, que deve ser record. Eu escuto entre 55 e 66 horas semanais de podcasts brasileiros. Tenho quase todos da nossa blogosfera adicionados no meu iTunes. Moro no Japão e trabalho 12 horas diariamente, 5 ou 6 dias por semana. Como trabalho num setor sozinho, passo 11 horas (a outra 1 hora eu janto e descanso) com o meu iPod no ouvindo escutando os mais variados podcasts.
    Portanto o Rafael ainda está longe de me alcançar. Por enquanto é só. Não tenho muito tempo para ficar enviando mensagens pois além do trabalho tenho 3 lindas filhas para cuidar por aqui. Felicidades para todos ai

  • Com um bom papo descontraído e informativo o tempo desta edição ficou irrelevante diante da experiência que vocês, mais uma vez, criaram com esta mídia chamada podcast que tantos ainda desconhecem.

    Valeu Macari, Adriana, Bia e demais participantes. Ficou muito show essa edição \o/
    Abraço para todos. Valeu!!

  • Fabio Lira Itaquaquecetuba –SP

    Estou escrevendo pela primeira vez, gosta muito do podcast pelo fato de ele ter uma duração de varias horas.
    Gostaria de falar sobre a tv digital, vejo que a maioria das pessoas que falam de tecnologia não liga muito para a tv digital.
    Por exemplo, todos sabemos que o padrão japonês escolhido pelo Brasil e a melhor alternativa para a tv digital no celular e que o padrão americano nem tem ainda a opção de tv no celular, e o padrão europeu tentou um modelo de tv no celular paga que não deu certo, o único lugar do mundo que a tv no celular e um sucesso e no Japão que a tv e grátis que nem no Brasil.
    Todos temos que ver que quando interatividade chegar varias aplicações poderão sr feitas através da tv digital, como consultar serviços bancários, serviços governamentais, previsão do tempo, etc.
    Alem de que para quem tem Tv aberta vai aumentar muito o numero de canais, como aqui em São Paulo que já temos uns 14 canais funcionando no sistema digital.
    Ai vem àquela coisa que a tv aberta e ruim, mas na tv aberta tem programa ruim e bom, assim como na tv acabo tem programa ruim e bom, assim como na Internet tem coisa boa e cada lixo, mas quem leva a pancada e só a tv aberta; Quem fala que tv aberta e ruim deveria falar qual o programa e ruim e porque e não generalizar, assim e fácil de mais criticar.

    Valeu Obrigado.

  • Lorrene

    Eu achei que ia demorar mais tempo ouvindo essa edição mas ouvi apenas em duas partes. Não parece que teve 4 horas e meia apesar da quantidade de assunto discutido. Se eu for comentar tudo vai levar 24hs só lendo meu comentário :)

    Vou falar de alguns pontos que anotei antes. Sena cantando foi um show à parte, agora entendi o motivo dele “dirigir” a última edição. Daqui a pouco teremos codigo livre karakoê :)

    Blog código livre, os posts de vocês são mais úteis do que muito problogger, sem lembrar os esclarecedores como o do refrigerante (que ele pode causar cancêr foi novo p/ mim) e a situação dos índios e como a justiça tem se portado.

    Novas vinhetas e Adriana comandando: ficou ótimo, Adriana é bem melhor que Macari nas vinhetas :)

    Evento LG Renoir, ri muito quando Sérgio Vieira comentou, o problema da maioria dos probloggers brasileiros é o ego. Foi isso também que atrapalhou o Best Blogs Brazil, quando a “panelinha” viu que tava fora, fez de tudo para desmerecer o prêmio. E não é de hoje que o pessoal age assim, acho que daqui a 60 anos, vai continuar a mesma coisa, o pessoal dando bengalada uns nos outros.

  • Recorde! Normalmente levo 2 dias ouvindo o Código Livre, indo e voltando do trabalho. Dessa vez levei 4 dias! Esse foi o resultado daqueles comentários elogiando a duração (longa) do show rsrs

    Agora vamos comentar:

    Gostei da abertura nova. Gostava bastante da antiga pela "inspiração" em Star Trek, mas a nova ficou muito engraçada.

    Reparei que o Macari pegou a mania do Nelson Rrrrubens de falar OK OK rsrs

    Alexandre Sena canta bem! Quando ele for no karaokê em Curitiba tem que transmitir ao vivo no Ustream.

    Vamos esclarecer uma coisa. A Bia disse que o fotolog não morreu porque eu ainda tenho um. Não sou que tenho fotolog, é o Galileu. Ele escolhe as fotos e dita os textos, eu apenas digito pra ele.

    Chega de comentários. Agora quero convocar os ouvintes do Código Livre como testemunhas. Vocês ouviram o Macari dizendo que se eu usar Linux por 1 ano ele me dá um Mac. Reinstalei o Xandros no meu EeePC dia 04/02/2009. Em fevereiro de 2010 estarei aguardando a entrega do Mac lá em casa! kkkkkk

    Beijinhos em todos.

  • Olá, ainda não ouvi o Podcast, mas lendo sobre os temas do podcast gostaria de comentar uma coisa no Ceará, já que moro aqui e sei bem a situação. O Ceará está com um projeto chamado “Cinturão Digital” que vai investir R$ 55 milhões num verdadeiro cinturão de 2.500 km de fibra ótica e nas últimas 100 milhas vai conectar as pessoas por antenas WiMax, e vai cobrir 83% da população da população do estado, é projeto bem interessante, seria bom falar sobre ele no próximo podcast.

  • Código Livre

    Saudações para o Trio Livre – Macari, Adriana e Maysa….

    Elogios redundantes pelo imenso episódio. Creio eu ser o maior episódio do Brasil. E para aqueles que reclamam do tamamnho, sugiro ao Macari que divida o episódio por partes. Assim, quem quiser pode baixar uma parte e ouvi-la enquanto baixa as outras. Seria prático.

    Confesso a vocês que, com o tamanho do episódio e o tempo entre um episódio e outro, acabo esquecendo de comentar. Se o Macari não tivesse avisado da gravação, tinha perdido essa…

    Em relação aos comentários, vejo muitos podcasts discutindo sobre o espaço dado a comentários e emails em seus podcasts. Eles sempre são motivo de discursão dos podcasters e de seus podouvintes, pois muitos gostam da parte dos comentários, enquanto outros simplesmente querem abolir os mesmos. Está aí uma faca de dois gumes, pois como a falta de comentários é um problema constante aos podcasters, qualquer diminuição de tempo do quadro de comentários é um desestimulo para quem pensa em escrever comentários.

    Entretanto, escrevi um texto na TeiaCast sobre que os podouvintes são obrigados a comentarem em podcasts. Mas antes que alguem levante bandeiras, permitam explicar, a obrigação do podouvintes é com o próprio podouvinte, a medida que ele queira que seu podcast favorito continue ou melhore.

    Ah, sim, mais elogios redundantes pela proposta de ler todos os comentários enviados…

    Mas vamos dar uma rapida volta nos assuntos do ultimo episódio, só para não deixar este comentário grande demais [e com isso matar o Alexandre Sena do coração, oh tentação!].

    1 – Foi citado o problema do Ceará com apenas 8 municipio com banda larga. Realmente é um descaso em diversas partes do Brasil. A cidade do Recife, por exemplo, teve acesso a banda de 2, 4 e 8 Mega somente a três meses atrás, e isso considerando que o Recife possui o Polo Digital, onde diversas empresas do ramo da informatica estão instaladas. Isso me faz lembrar da noticia dos Estados Unidos doarem milhares de doláres para cobrir todo o estado do Acre com internet sem fio…

    [E só para não esquecer, duas semanas atrás apreenderam uma encomenda repleta de drogas nos Correios, em Recife. Não é uma novidade, pois isso vem ocorrendo cerca de 2 vezes por mês. O interessante que o pacote vinha do Acre.]

    2 – Em relação as operadoras, sou cliente da Oi, além de metade da minha familia. Não é a melhor, mas, é a menos pior. Como só uso o celular para o básico – ou nem isso – não tive problemas com o serviço. Meu cunhado, da Vivo, estava satisfeito, até ter problemas quando voltou de Manaus…

    3 – Vocês citaram os geradores eletro-magnéticos, pois eu vi pela televisão eletrodomesticos que funcionam sem fio. Basta encontar na mesa e pronto! A mesa possui geradores embaixo dela, permitindo o funcionamento de diversos aparelho, como liquidificador e batedeira. E com o mesmo processo aplicado a uma parede, ligaram diversas luminarias fixas na parede. Será o futuro tão sombrio assim?

    4 – A moça de vermelho acabou entrando muda e saindo quase calada. Fantastica participação dela e do China…

    Engraçado, estão gravando no carnaval… Estou tendo um Deja Vu?

    Enfim, agradeço pela oportunidade de ter participado, e mais elogios redundantes ao Macari pela PodCon.

    PlayStation [PS] – Parabens a Bia Kunze por sair nas escolas de samba de ontem [Na verdade quem saiu foi a Maysa, mas é a mesma coisa]

  • Fala dupla quase trio do Código Livre!

    Eu tinha feito um resumo para comentar aqui, mas esqueci o bloco de anotações em casa! vamos ver se eu consigo lembrar das coisas:

    1- qual a diferença de fazer 4 episódios semanais de uma hora ou fazer um mensal de 4 horas? vou ouvindo tudo em doses homeopáticas mesmo!

    2- Eu deixava meu desktop ligado o dia todo, mas depois que eu comprei o Kill-a-watt (aparelho que mede quanto o aparelho consome) e vi que ele gastava uns R$ 0,80 por dia, resolvi desligar! Afinal, isso representa R$24,00 na conta de luz!!!

    3- Eu sou suspeito para falar de RFID, afinal trabalho em uma empresa que trabalha somente com RFID. Mas eu não acho o RFID uma invasão de privacidade! Muita coisa que se fala de RFID é mito. Se é para achar algo como “invasão de privacidade”, a nota fiscal paulista é algo muito mais gritante, ainda mais estando nas mãos do governo. Mas eu sou ingênuo e acredito que o governo não faça nada demais com esses dados!

    A maioria dos chips RFID possui distância de leitura reduzida, e sofrem interferências de muitas coisas! Um tag UHF com uma super antena de leitura, tem distância de leitura de no máximo 6 metros, isso em condições excepcionais de temperatura/umidade/campo. Dependendo da frequência, uma simples mão entre a antena e o tag já mata o sinal!

    os chips de maior alcance são os semi-ativos (como o sem parar) ou ativos, que necessitam de bateria, e são utilizados em casos mais especiais. Financeiramente, é impossivel colocar um desse nas mercadorias.

    Eu não lembro de mais comentários… provavelmente estarei participando do Ustream e comento algo! Abraços!

  • Eu gostei! Fiquei até o final e tbm não senti passar a hora kkkk

    É bom!!!

© 2013 Powered By Wordpress - Codigo Livre Cast

Voltar para o topo